Todos juntos em ressonância de Amor à humanidade

ressonancia de amor a humanidade instituto ipe roxo coronavirus covid19

O Covid-19  entre nós …

Compaixão é a principal lei da existência humana.” Dostoiévski

O coronavírus não nos deixará tão cedo. Precisamos nos conscientizar de tal realidade. Ele chegou e ficará entre nós por um tempo. Veio para relembrar as epidemias ou pandemias, que seguem a humanidade ao longo da história. De tempos em tempos algo forte surge no mundo, com todos os seus desdobramentos e desafios. 

Podemos dizer, de forma compassiva, que não se trata de algo exclusivo da China. Surgiu lá, assim como poderia ter sido em qualquer outro lugar. Veio a partir de um movimento alcançando todas as nações. 

A partir da visão sistêmica nas Constelações, o passado atua no presente, e o presente influencia o futuro. É dessa forma que precisamos contemplar a Covid-19. Os governos, autoridades, as pessoas, precisam de um tempo de centramento e silêncio, a fim de resgatar uma postura de quietude. Assim podemos nos livrar de armadilhas como: depressão, indiferença ou fuga. 

Cada ser humano faz parte, tem o seu lugar e a partir do seu lugar, tem uma contribuição para que a vida prossiga. Dentro de um sistema familiar ou de uma nação, cada parte influencia o todo e o todo influencia cada parte. 

familia constelacao familiar quarentena ressonancia de amor a humanidade

Que grandeza de ciência é essa vinculação, que caracteriza a visão sistêmica fenomenológica que seguimos. O relacionamento sistêmico revela-se nas relações entrelaçadas, contextualizadas e inventivas, avaliando riscos e benefícios. A postura sistêmica é valiosa diante de compreensões mais complexas, em especial entre os seres humanos. 

Há uma capacidade de superação exponencial, quando cada ser humano em plena sintonia com outros seres humanos, realiza o que lhe é devido!

É o que nos ensina o princípio da ressonância mórfica de Rupert Sheldrake. A partir  dos campos morfogenéticos, constata-se que ações padronizadas acontecem promovendo um processo evolutivo de vida. 

Vivenciando essa pandemia, as nações infectadas estão comprovando a narrativa de que seres de mesma espécie realizando algo, mesmo que sem contato perceptível, podem influenciar toda a sua espécie. 

união familia constelacao familiar quarentena ressonancia de amor a humanidade

Sendo assim, hoje, diante essa pandemia, quando cada pessoa, em sua própria casa, seguir as orientações, por compaixão e imitação, fazendo algo de bom, tal procedimento também vai se difundir rapidamente. Quem sabe com uma maior velocidade do que o próprio Covid-19! 

A teoria da nova biologia, segundo a ressonância mórfica, afirma que: uma pessoa em grupo crítico, ao dominar uma determinada ação, esta ação será repassada como algo novo a todos os seus iguais. Então, quando a centésima pessoa vivenciar isso, ela aprenderá algo bom e as demais pessoas começarão espontaneamente agir da mesma maneira. 

No campo morfogenético o passado influi no presente. Os ancestrais influem na geração atual através de um efeito de ressonância. A história se repete com padrões e comportamentos de nossos ancestrais e assim a vida segue. Há uma força conhecedora atuando nos campos onde as pessoas se encontram em sintonia.

A orientação é permanecer em casa, presente, atento e disponível aos seus, cuidando-se e cuidando uns dos outros e de todos simultaneamente.  É humilde e extremamente possível obedecer, com a postura de um amor maior. Pode parecer algo tão pequeno, mas é imenso ao mesmo tempo. Estamos todos convocados a esse serviço de ressonância em amor à humanidade.

Um abraço especial,
De toda a Equipe do Instituto Ipê Roxo

Deixe uma resposta

Open chat
1
Olá! 😊
Como podemos lhe ajudar?
Powered by
%d blogueiros gostam disto: