Categorias

Como mediar um conflito: Entenda suas responsabilidades como profissional
Ipê Roxo - Instituto de Constelação Familiar | 16/03/20 | 0 comentário(s)

 

É sabido que o Direito Sistêmico é o nome utilizado para a aplicação das Constelações Sistêmicas de Bert Hellinger, no sistema judiciário para a resolução de conflitos e emaranhamentos de ordem familiar. 

Sanar conflitos e divergências também é o objetivo do sistema judiciário brasileiro. Apesar das boas intenções, a justiça se encontra sobrecarregada e luta para solucionar seus inúmeros casos em tempo hábil e de modo preciso, porém às vezes, contar com opções que trabalham em paralelo às resoluções legais, pode ser uma boa alternativa e apresentar resultados surpreendentes.

Essa prática foi iniciada pelo Juiz brasileiro Sami Storch, que executou as primeiras aplicações, no intuito de observar as dinâmicas que atuam nas partes do conflito litigioso. Já no início foi possível confirmar a relevância e os resultados positivos e duradouros. 

Muitos desses resultados vem ganhando cada vez mais força no âmbito processual, pré-processual e extrajudicial, inclusive com o aumento do número de acordos feitos entre as partes e a diminuição de recidivas.

Entenda melhor o direito sistêmico e seu eficiente processo de como mediar conflitos, baixando o e-book inédito do Instituto Ipê Roxo sobre o tema.

Direito Sistêmico Constelação Familiar Instituto Ipê Roxo Paulo Pimont Berndt Juliana Foggaça

Para saber mais sobre as suas responsabilidades de mediador, continue a leitura do texto.

 

Como mediar um conflito: explore suas possibilidades profissionais

O exercício do profissional do direito exige comprometimento e responsabilidade para que o trabalho executado seja justo e coerente. Para tanto, é necessária uma grande dose de equilíbrio mental, físico e emocional.

Direito Sistêmico Constelação Familiar Instituto Ipê Roxo Paulo Pimont Berndt Juliana Foggaça

Para um bom desempenho profissional na área, é necessário saber como mediar um conflito, bem como compreender as responsabilidades que esse processo exige. E é justamente neste ponto que o conhecimento em Direito Sistêmico é um diferencial. Sua aplicação prática traz equilíbrio e parcimônia para resolução de disputas, além da capacidade de gerenciar as questões internas e externas, sem comprometer o lado pessoal do profissional.

Você tem a oportunidade de realizar um trabalho ainda mais qualificado e eficaz, possibilitando o alcance de melhores resultados, com soluções benéficas para todos os interessados.

 

Um novo olhar para a mediação de conflitos

O Direito Sistêmico tem feito com que diversos profissionais estejam agregando esse conhecimento em suas carreiras para experimentarem uma nova postura de trabalho, mais leve, eficiente, solucionadora de problemas e ainda com grandes resultados.

Direito Sistêmico Constelação Familiar Instituto Ipê Roxo Paulo Pimont Berndt Juliana Foggaça

Juliana Foggaça

 

Uma das experiências que podemos compartilhar com você é a de Juliana Foggaça. A advogada passou por uma fase em sua carreira, onde estava vendo a sua energia e o ânimo na área irem por caminhos não saudáveis. A aplicação única do modelo tradicional do sistema jurídico seguro não fazia mais nenhum sentido para a profissional.

Eu pensava o tempo todo que em algum momento faria sentido ter saído do “escuro” para compreender porque os Professores falavam sobre nome e a qualificação das partes nas folhas 2 do processo, o que não fazia o menor sentido pra mim, pois quando eu fazia os trabalhos em sala de aula, o nome e qualificação das partes ficavam na primeira folha do meu documento.” – Juliana Foggaça

Diante desse impasse, ela teve o primeiro contato com as Constelações Sistêmicas através do olhar do Dr. Sami Storch em um workshop no ano de 2016, onde ela pôde constelar um processo do escritório que estava sem solução jurídica aparente. Nessa nova experiência, visualizou um caminho diferente daquele que se mostrava nas páginas do caderno processual. Foi nesse momento que compreendeu as suas responsabilidades.

Atualmente Juliana exerce a função de professora aqui do Instituto Ipê Roxo. A advogada segue exercendo o seu trabalho jurídico, porém sob o viés do direito sistêmico, e afirma que estes novos aprendizados ampliaram o seu olhar e a fizeram compreender que os destinos, por mais difíceis de ser aceitos, devem ser respeitados. Assim, seu trabalho tem crescido, chegando até seu escritório, pessoas em busca de soluções extra-judiciais.

 

Desfazendo emaranhamentos familiares

Hellinger dizia que boa parte da origem dos conflitos está no amor. Ainda que inicialmente soe paradoxal, é o amor que nos enreda nos destinos de outros membros da família. 

O amor por um membro da família pode promover um envolvimento que acolhe a dor e o destino que pertence ao outro. Por conta disso, os destinos ficam sobrepostos.

Direito Sistêmico Constelação Familiar Instituto Ipê Roxo Paulo Pimont Berndt Juliana Foggaça

 

Este emaranhamento sistêmico é responsável por tragédias de relacionamentos e podem causar doenças graves, acidentes, suicídios, entre outros. Portanto, compreender que é a força do amor que nos conduz à repetição de um destino, nos permite olhar, reconhecer, respeitar e entregar o destino a quem pertence e seguir adiante.

Vale destacar que a exclusão de um membro é algo que também favorece o emaranhamento, visto que, diante dessa situação, esse destino é inconscientemente assumido e continuado por membros subsequentes da família. Por conseguinte, aquele que foi excluído é resgatado por um membro descendente deste.

Logo, praticar o pertencimento e a aceitação de cada um que compõe o sistema evita danos. Portanto, quando o vínculo e a compensação, na família e no grupo familiar, são respeitados por todos, há acolhimento e conhecimento sobre as leis sistêmicas, promovendo efeitos benéficos e curativos.

 

Estatísticas observadas nos processos em Vara de Família

O Juiz Sami Storch traz impressionantes estatísticas dos processos de vara de família pós absorção de conhecimento e vivências em suas oficinas de Constelação Sistêmica no Judiciário

Os dados são significativos e indicam um novo caminho a ser trilhado por aqueles que valorizam o bom desempenho profissional e estão em busca de atividades que ampliam e impulsionam habilidades em como mediar um conflito.

Direito Sistêmico Constelação Familiar Instituto Ipê Roxo Paulo Pimont Berndt Juliana Foggaça

 

Nos processos em que ambas as partes participaram de constelações, o juiz obteve 100% no índice de efetividade das audiências e acordo. Já nos processos que apenas uma das partes vivenciou, esse índice ficou em 73% de efetividade.

Em dados obtidos por meio de questionários após a resolução dos casos, 71% disseram que os relacionamentos, após vivência na Constelação Sistêmica, apresentaram melhoras. Sendo que 26,8% afirmaram que melhorou consideravelmente e 12,2% afirmam que o relacionamento melhorou muito.

É uma prova incontestável de que o Direito Sistêmico incide diretamente em como mediar um conflito, fazendo com que o seu conhecimento no judiciário seja amplificado com ferramentas leves, que promovem o equilíbrio para todos os envolvidos e que ainda desfazem os emaranhamentos. 

 

Um ganho secundário ao processo no judiciário

Storch, que é pioneiro na aplicação do direito sistêmico nas questões jurídicas no Brasil, ressalta que este processo não intencializa a ação terapêutica do mesmo. Logo, trata-se de um ganho secundário que muito beneficia e favorece a resolução de conflitos familiares, evitando problemas futuros e trazendo ganhos para a sociedade em geral.

 

Pioneirismo em Santa Catarina

Aluno do Juiz Sami Storch, Paulo Pimont Berndt foi o responsável por repassar esse conhecimento das Constelações Familiares de Bert Hellinger e de como mediar conflitos através do Direito Sistêmico para profissionais e o sistema judiciário em Santa Catarina.

Direito Sistêmico Constelação Familiar Instituto Ipê Roxo Paulo Pimont Berndt Juliana Foggaça

Paulo Pimont Berndt

 

Ele é psicólogo, Constelador Familiar pelo Instituto Spelter e formado em Direito Sistêmico pela Hellinger Schule e co-fundador do Instituto Sistêmico Ipê Roxo, onde atua também como docente. Paulo possui diversas iniciativas como professor, bem como provedor da abordagem sistêmica na Academia Judicial, Justiça Federal e outros órgão da justiça de Santa Catarina.

Iniciativas de sucesso aplicadas no sistema judiciário

Ao longo de sua jornada de conhecimento e compartilhamento do aprendizado com Constelações Sistêmicas, Paulo desenvolveu e promoveu diversas iniciativas junto ao sistema judiciário. Conheça algumas delas:

Direito Sistêmico Constelação Familiar Instituto Ipê Roxo Paulo Pimont Berndt Juliana Foggaça

Paulo Pimont Berndt e Juliana Fogaçça com a equipe da Justiça Federal de Santa Catarina

 

  • Conversas de Família: Encontros esporádicos liderados pela Juíza Vânia Petermann, conduzidos por uma equipe de Consteladores voluntários supervisionados por Paulo Pimont Berndt e membros do Fórum, para abordar a Comunicação não-violenta (CNV) e Constelação Sistêmica. 
  • 1º Treinamento na Academia Judicial de Santa Catarina: Voltado para os juízes da Academia Judicial de Santa Catarina, com teoria e prática vivencial para ampliar a percepção dos participantes.  
  • Justiça Federal de Santa Catarina: Oficina de Constelação idealizada pela Juíza Micheli Polippo e conduzida pelo professor Paulo Pimont Berndt e a Consteladora Jaqueline Kaufmann. A iniciativa ampliou o número de acordos das partes entre os presentes. Junto a vara criminal, a oficina visa levar a visão sistêmica para os já condenados a serviços comunitários, reduzindo a reincidência.
  • Presídio Feminino de Florianópolis: Tivemos a oportunidade de fazer um encontro com 20 mulheres cumprindo pena e vários encontros com a equipe do Deap.
  • Vínculos de Amor – Justiça Sistêmica: Iniciativa da Juíza Karina Müller em Camboriú – SC, desenvolvida pela equipe de Direito Sistêmico do Instituto Ipê Roxo.
  • Vara de Violência do fórum de São José: Iniciativa da Juíza Lilian Telles e conduzido pela Consteladora Monica Zocoli.

 

Ampliando o olhar sobre como mediar um conflito

O Direito Sistêmico tem o propósito de ser um caminho com soluções reais e duradouras. Mas, quais conhecimentos são capazes de estimular o que há de melhor para o desempenho profissional? Como desenvolver a capacidade de comunicação? Estas e muitas outras questões são os alicerces da Formação em Direito Sistêmico, que ampliam a habilidade de como mediar um conflito, repercutindo no desempenho da carreira e proporcionando fortalecimento e direção no domínio do exercício profissional.

Direito Sistêmico Constelação Familiar Instituto Ipê Roxo Paulo Pimont Berndt Juliana Foggaça

 

Estude conosco e seja também um proeminente constelador da área jurídica. Alunos que fizeram parte da Formação em Direito Sistêmico evidenciam o quanto sua percepção se ampliou e reconhecem os benefícios desta nova postura dentro de seu trabalho, trazendo mudanças para eles próprios, para suas equipes e para a sociedade que busca o judiciário.

 

Depoimentos dos alunos de Direito Sistêmico do Ipê Roxo

Confira alguns depoimentos de alunos que participaram do curso:

Marise Isotton Medeiros – Advogada

Foi possível e lindo enxergar que posso, como pessoa e profissional, direcionar um olhar de amor para todos: para o meu cliente, para a parte contrária, para o servidor, para o juiz, promotor e assessores, pois eu cheguei depois, eu não sei da história, tampouco dos emaranhados, que levaram cada uma dessas pessoas até ali.” 

Renata Albuquerque Palcoski – Juíza

O curso viabilizou uma verdadeira mudança de paradigma, já que dentre tantos recursos jurídicos inerentes às práticas processuais, foi possível ter este diapasão sistêmico que possibilita que autor e réu olhem para si, para suas causas e depois enxerguem um ao outro, retirando a pesada carga imposta ao juízo de resolver suas questões” 

 

A Formação em Direito Sistêmico é uma abordagem inovadora, desenvolvida pelo Instituto Ipê Roxo. São aulas ministradas por profissionais reconhecidos e altamente capacitados. 

Que tal revolucionar a sua vida profissional? Conheça mais sobre essa filosofia capaz de alavancar carreiras e trazer dinamismo para a vida de quem a pratica.

Preencha o formulário abaixo que entraremos em contato:


 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

E-book Gratuito sobre Constelações Familiares:

ebook-constelações-familiares

Baixar PDF >

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades


Posts relacionados

O que é Direito Sistêmico?

O que é Direito Sistêmico?

Direito Sistêmico é o nome que se dá para a prática das Constelações Sistêmicas de Bert Hellinger na prática jurídica e no sistema judiciário. É um...

ler mais

Rua Professor Ayrton Roberto de Oliveira, 64 – 7º andar
Itacorubi, Florianópolis – SC
– Brasil
Fone: +55 48 9 9177-0079