Você está pronto para constelar? Tire agora suas dúvidas

você está pronto para constelar constelação familiar bert hellinger formação em constelação familiar

Você sabe o que é constelar? Para responder a essa pergunta vamos começar falando sobre constelação. A Constelação Familiar é uma filosofia, cuja abordagem é proveniente da psicoterapia sistêmica fenomenológica, criada pelo filósofo alemão Bert Hellinger. Após muitas pesquisas com famílias, empresas e até mesmo organizações em diversas partes do mundo, Bert fez observações em prol de encontrar uma imagem  que o levasse à solução de problemas e conflitos nos relacionamentos, fossem eles de origem pessoal ou profissional.

E o que significa o ato de constelar? 

Trata-se de uma filosofia simples, direta e profunda, baseada em  leis naturais que regem o equilíbrio dos sistemas e são denominadas de “Ordens do Amor“, segundo Bert. A escola Hellinger Schule também fala que um procedimento de constelação segue livre de qualquer intenção, desejo e medo. Assim como também está livre do desejo de poder entregar um resultado. Respostas racionais podem ser suposições equivocadas. Diante do que se mostra à família e ao constelador durante a constelação, surge um novo caminho a seguir. Com passos humildes e leves, o constelador pode contemplar um outro campo, onde as intervenções são pequenas, algumas até  desnecessárias, pois o que se mostra já é o suficiente.

Podemos dizer que ao constelar, estamos encontrando o lugar de cada pessoa dentro do seu próprio sistema familiar. Todo membro pertencente ao sistema carrega muita energia consigo, energia que vem impactando seus relacionamentos durante gerações. Muitas vezes não estamos vendo ou sentindo agir de determinada forma dentro desse sistema familiar, pois podem acontecer manifestações inconscientes em nossas formas de pensar e agir diante de situações de conflitos.

Constelar uma pessoa inicialmente seria então descobrir como ter uma imagem de solução  em relação ao conflito ou problema que estamos lidando. Ao receber tal imagem, ganhamos alguma compreensão. Algo novo a se lidar a partir do que se obteve durante a vivência na constelação. Todos se encontram num outro  nível de consciência, no qual alguns questionamentos podem ser respondidos, outros pedem um tempo, e ainda outros emaranhamentos podem ser desfeitos e/ou solucionados.

Diariamente, recebemos dúvidas de psicólogos, terapeutas e outros profissionais da área sobre a Constelação Familiar. Por isso, criamos este artigo para ajudar a esclarecer especificamente, o que é constelar. Nele, serão respondidas  também, as principais dúvidas sobre o tema, com o intuito de lhe ajudar a identificar se você está pronto, ou não, para constelar.

Aproveite para enriquecer o seu conhecimento acessando nosso e-book exclusivo “Constelações familiares e as leis sistêmicas: Um Guia completo para se aprofundar nos ensinamentos de Bert Hellinger”, criado com extremo carinho e responsabilidade pelo Instituto Ipê Roxo.

Vamos iniciar nossa conversa? 

 

O que é constelar? Conceito e principais dúvidas

A Constelação Familiar foi criada e desenvolvida por Bert Hellinger. Para isso, ele teve como base suas experiências profissionais, estudos e observação em terapia primal, hipnose terapêutica, análise transacional e dinâmica de grupos ao longo dos anos.

Com seus estudos, Hellinger descobriu que todos estamos vinculados ao nosso sistema familiar, mesmo de gerações mais distantes. Essas influências são responsáveis por formar a nossa personalidade e até mesmo impactar nossos pontos fracos e fortes. No entanto, a maneira como uma pessoa lida com essas influências pode levar a padrões de comportamento, conflitos, problemas recorrentes ou mesmo o desenvolvimento de doenças que afetam a vida presente.

você está pronto para constelar constelação familiar bert hellinger formação em constelação familiar

Como dissemos anteriormente, a Constelação Familiar é uma filosofia de abordagem oriunda da Psicoterapia Sistêmica Fenomenológica, que visa identificar e resolver as questões que levam a tais quadros. Assim, de maneira simples, prática e vivencial é possível que o cliente dissolva os laços inconscientes herdados de seus antepassados, próximos ou não, a fim de ter uma vida mais plena e feliz.

Com isso, constelar consiste em auxiliar esse caminho. No entanto, é fundamental compreender que se trata de desaprender o conceito de certo e errado, bem como de deixar de lado as interpretações. Constelar está voltado em conduzir o cliente para que ele próprio encontre o caminho para as respostas que precisa. 

 

Quando uma pessoa está apta a constelar outras?

Como saber quando se está pronto para se tornar um constelador? Essa pergunta é comum para muitas pessoas. Uma forma de saber o momento certo é quando se compreende que nessa situação, é exercido o papel de facilitador. Ou seja, o primeiro ponto é se libertar do desejo de ajudar.

Veja, a ideia é aplicar os conceitos da Constelação Familiar para que o próprio cliente encontre seu caminho e suas respostas, para assim desfazer seus emaranhamentos. O querer “ajudar”, muitas vezes impacta no interferir, postura que influencia negativamente nessa trajetória.

Ainda que do seu ponto de vista, a direção que o cliente esteja tomando não seja tão indicada, ela pode justamente fazer parte do seu crescimento interno e daquilo que o move para a resposta.

 

Constelar pode ajudar em quais situações?

A Constelação Familiar pode ser aplicada em diferentes situações, tanto em âmbito pessoal quanto profissional. Veja alguns exemplos:

 

Como é um atendimento em Constelação Familiar?

Um atendimento da Constelação Familiar pode ser realizado individualmente com auxílio de bonecos ou em grupo. Durante o processo de constelar, é comum que algumas frases sejam sugeridas pelo facilitador ou surjam espontaneamente por parte dos representantes.

você está pronto para constelar constelação familiar bert hellinger formação em constelação familiar

A ideia é que essas frases promovam a abertura de um caminho para que o cliente chegue à solução do seu conflito. Nesse momento é necessário estar atento e se manter sempre presente, pois estamos numa posição que está atrelada em ajudar outras pessoas. 

No livro “Ordens de ajuda”, Bert Hellinger descreve suas percepções acerca desse tema e de sua atuação como um profissional de ajuda.  Ele descobriu que existem posturas consideras boas, e positivas para que não se converta em algo que minimize ou martirize o ajudado. Podemos dizer que oferecer ajuda é como se estivéssemos com uma lanterna iluminando o caminho de quem se sente ou está sob caminhos mais escuros.

O que nos conecta e possibilita reconhecermos um ao outro é uma alma que nos abrange. Nessa alma eu abranjo a pessoa e ela a mim. Nessa alma em comum nós nos reconhecemos. Essa alma é extensa, não apenas em relação ao espaço, mas também em relação ao tempo“. 

Bert Hellinger

 

As ordens da ajuda

Aprofundando um pouco mais sobre o tema, Bert Hellinger listou em seu livro – citado no tópico anterior – as ordens de ajuda, que não necessitam de hierarquia entre si, mas que representam uma boa postura. São elas:

  • 1 Dar apenas o que se tem, e pegar para si somente o que se necessita;
  • 2 Submeter-se às circunstâncias e somente intervir e apoiar a medida que elas permitirem. Essa ajuda é discreta e tem força;
  • 3 Colocar-se como um adulto diante de outro adulto. Renunciar às tentativas do cliente de forçar o ajudador a fazer o papel de seus pais;
  • 4 Requer a empatia do ajudante focada mais no sistema como um todo do que exclusivamente no cliente;
  • 5 Amar a cada ser humano do jeito que ele é. Colocar todos no coração;

 

Constelar individual ou em grupo? Quais as diferenças

Na questão anterior falamos que existem duas maneiras de constelar, a constelação individual ou em grupo

A Constelação Individual se limita ao cliente e constelador. Já na abordagem coletiva, pode-se reunir até 20 pessoas além do facilitador. Nessa, há a possibilidade de algumas pessoas constelarem seus temas e outras atuarem apenas como observadores ou representantes.

Qual a mais indicada? Isto vai depender de como o cliente lida com a exposição dos seus problemas.

você está pronto para constelar constelação familiar bert hellinger formação em constelação familiar

 

É possível constelar amigos e familiares?

Aqui, voltamos à questão anterior na qual falamos sobre o papel do constelador e o conceito de ajuda. No caso de pessoas tão próximas, é primordial livrar-se da tentação de olhar o destino do outro e querer tomar como seu. Mais uma vez, caímos na questão de interferir no aprendizado alheio. Assim, uma orientação quanto a constelar amigos e familiares é de se manter na posição que ocupamos na vida dessas pessoas. 

 

Como ajudar o cliente a escolher seu tema para constelar?

A maneira mais rápida e direta de identificar qual tema constelar é auxiliar o paciente a  identificar a sua dor. Afinal, esse sentimento está totalmente relacionado a algo que precisa ser resolvido para que esse indivíduo possa seguir a sua vida com plenitude.

 

Informações para saber antes de constelar

Antes de começar a constelar é importante que você também conheça os três conceitos da Constelação Familiar, que são essenciais para a aplicabilidade dessa filosofia. Veja quais conceitos são esses:

Analisar a lealdade e os vínculos familiares
Trata-se da lealdade inconsciente, aquela que nos influencia e gera sentimentos de acordo com as vivências dos nossos antepassados. Por vezes, é comum seguirmos impulsos apenas pelo fato de nos mantermos fiéis aos familiares, mesmo inconscientemente, motivando assim determinadas atitudes e comportamentos.

Amar e aceitar nossos pais
Neste conceito, entende-se que o papel de pai e mãe é exercido por pessoas como nós, passíveis de acertos e erros. Ao aceitar essa realidade e diminuir a expectativa sob eles, é possível seguir adiante cumprindo apenas a função de filhos.

Observar as leis nos relacionamentos humanos
Segundo Hellinger, o relacionamento humano está pautado em três leis, conhecidas como “leis sistêmicas“:

Ordem: respeitar o lugar de chegada de cada um;
Equilíbrio: manter o equilíbrio entre as trocas;
Pertencimento: o direito e a sensação de fazer parte de um lugar.

A quebra dessas leis é o motivo das tensões e emaranhamentos. Por isso, é essencial entendê-las e cumpri-las para uma boa convivência e uma vida mais fluida. 

 

Constelar: o propósito de ser um instrumento de transformação individual e coletiva

Constelar consiste em ser abster-se de tentar resolver os problemas dos outros ou garantir resultados, e sim começar a utilizar as ferramentas certas para fazer com que esse indivíduo encontre em si e no seu próprio caminho, as respostas e soluções para seus conflitos.

você está pronto para constelar constelação familiar bert hellinger formação em constelação familiar

O Ipê Roxo – Instituto de Desenvolvimento Humano, começou sua trajetória em 2008, com um espaço de saúde multidisciplinar. Em 2017, nos tornamos uma escola formadora de profissionais dentro da visão sistêmica hellingeriana. Desde então realizamos cursos, formações, treinamentos, workshops, mentorias e atendimento individual com terapeutas e psicólogos, voltados ao desenvolvimento pessoal e profissional.

Agora que você conhece mais sobre a nossa história e o que é constelar, que tal participar do nosso Curso de Formação em Constelação Familiar Sistêmica? Além de ampliar sua compreensão sobre as relações humanas, você estará pronto para trabalhar como um facilitador de constelações.

O curso já tem data marcada para iniciar e ainda conta com algumas vagas. Inscreva-se agora e aprimore os seus conhecimentos, ou preencha o formulário abaixo com seus dados que entraremos em contato.


Um comentário em “Você está pronto para constelar? Tire agora suas dúvidas

Deixe uma resposta

Open chat
1
Olá! 😊
Como podemos lhe ajudar?
Powered by
%d blogueiros gostam disto: