A Pedagogia Sistêmica na prática

pedagogia sistemica

Uma criança entra pelas portas do colégio: ela está experimentando pela primeira vez um espaço diferente de sua casa. Seus pais seguem juntos com ela até a porta da sala mas, em determinado momento, se retiram.

Ela permanece então com outras crianças e alguns adultos.

Sua insegurança do novo ambiente só é sustentada por uma certeza que ela carrega dentro de si: que há um pai e uma mãe que a acompanham nesses passos. Se não estão ali fisicamente, estão como uma presença em seu coração.

Será um reencontro muito desejado, não só no final do seu turno escolar neste primeiro dia, mas muito provavelmente em todos os dias subsequentes.

Sobre a lealdade

Principalmente na infância, uma criança “oferece” sua lealdade fielmente aos seus pais e é neste pertencimento que ela encontra calma.

Esse sentimento é bastante visível nos primeiros dias de aula, quando o aluno precisa se adaptar ao novo ambiente e experimentar um distanciamento “físico” dos seus pais.

O que a Pedagogia Sistêmica tem mostrado com muita clareza é que, quando o sistema de ensino permite, reconhece e valoriza a presença invisível e permanente do sistema familiar da criança no dia a dia escolar, uma nova possibilidade de educação e desenvolvimento surge no aluno, com resultados poderosos e surpreendentes.

O sistema familiar fora da sala de aula

Marianne Franke-Griscksch é uma professora alemã que, durante 25 anos, lecionou em escolas de primeiro e segundo graus. Foi dela um dos primeiros movimentos na aplicação do conhecimento sistêmico-fenomenológico de Bert Hellinger dentro da sala de aula.

A sua experiência e os resultados que ela observou moldaram o movimento que veio a se tornar a Pedagogia Sistêmica. Franke-Griscksch escreveu:

 

“Continuamente surge em nós, os professores, a ideia de que as crianças precisam ser libertadas do espaço limitado de seus lares, onde as dificuldades sociais, a TV e a cultura de consumo têm prioridade.

Ao invés disso, deveriam ser motivados para uma ética social, conhecimento e cultura gerais que a escola transmite no contexto social da coletividade, como se a escola pudesse interferir como uma correção cultural e social. E a mídia exige isso também.”

Marianne Franke-Griscksch, no livro “Você é um de nós.”

A postura que exclui o que o aluno traz da sua vivência familiar tem pesado nas costas de muitos professores, cuidadores e profissionais do ensino.

Ao excluir aquilo que faz parte de forma muito íntima no aluno(a), o professor incita, de forma inconsciente, a rebeldia da criança na defesa de sua origem e do que ela é.

A Pedagogia Sistêmica surge como uma ferramenta que convida e reconhece esse grande componente interno da criança para o seu processo de desenvolvimento.

 

A família chega na escola a partir do aluno

Quando o sistema educacional pode olhar para o aluno e acolher verdadeiramente o que ele traz de seu sistema familiar junto de si, ambos ganham.

 

“As constelações familiares me conduziram a uma nova compreensão dos alunos. Vi a sua inserção e lealdade as suas famílias. Mas também reconheci as forças que empregavam constantemente para conectar a sua vida familiar e escolar e experimentei que essas forças poderiam ser frutíferas.

Na verdade, isso acontece quando nós, professores, nos abrimos de coração às famílias, permitindo- lhes entrar em nossas salas de aula como uma presença invisível permanente.

(…) As crianças conseguem suportar mais facilmente a insegurança que advém desse novo campo, escola, assim como através do aprendizado em si, quando são reconhecidas por tudo o que trazem consigo.

Marianne Franke-Griscksch, no livro “Você é um de nós.”

 

Ao respeitar o que o aluno traz consigo, a escola passa então a não mais competir com o sistema familiar, nem se coloca de forma inconsciente como melhor opção. 

A partir dessa nova postura, escola e família se tornam aliadas, de forma muito profunda, no desenvolvimento dos alunos.

pedagogia sistemica

O aluno, por sua vez, não se sente atacado em seu pertencimento mais íntimo: o seu lugar dentro da família que nasceu. Assim, com o reconhecimento por parte do sistema educacional no qual está inserido, ele se torna livre e seguro para se desenvolver e ser quem é.

Talvez seja possível dizer que, quando educadores sentem dificuldades em lidar com seus alunos, o reconhecimento sistêmico familiar seja a porta de entrada para uma dinâmica mais construtiva entre alunos e professores.

 

A prática da Pedagogia Sistêmica

Compreender os movimentos que ocorrem na relação entre professores, alunos, escolas e famílias é a proposta do Seminário de Pedagogia Sistêmica do Instituto Ipê Roxo, que irá acontecer nos dias 26 e 27 de outubro de 2019 em Florianópolis.

Neste seminário, educadores, pedagogos, coordenadores, assistentes sociais e outras áreas de atenção à criança e ao adolescente poderão vivenciar e aprender como o conhecimento sistêmico trazido por Bert Hellinger e Marianne Franke-Griscksch fazem uma grande diferença na rotina escolar.

A postura sistêmica auxilia estes profissionais a encontrarem um lugar de leveza e uma boa postura que reconhece tudo aquilo que influencia o comportamento e a disponibilidade do aluno para o que a educação pode oferecer.

Faça parte e descubra um novo e maravilhoso caminho para a educação a partir da Pedagogia Sistêmica

pedagogia sistemica

Serviço

Seminário Presencial de Pedagogia Sistêmica em Florianópolis

Data: 26 e 27 de outubro de 2019
Sábado (das 9h às 18h) e domingo (das 9h às 17h)

Local: Instituto Ipê Roxo: Rua Ayrton Roberto de Oliveira, 64 – 7° Andar – Centro Empresarial Isola Sarezzo – Itacorubi – Florianópolis/SC

Inscrições: http://bit.ly/SeminarioPedagogiaSistemicaIpe

Docentes: Maria Inês Araujo Garcia Silva e Geiziane Barcelos

Valor

Este seminário tem o valor de R$ 1.200,00. As condições de pagamento são as seguintes:

  • À vista com 5% de desconto – R$ 1.140,00
  • 3 x com 3% de desconto – 3x R$ 388,00 (total: R$ 1.164,00)
  • valor do curso em até 5x – 5x de R$ 240,00 (R$ 1.200,00)

As condições de pagamento parcelado podem ser feitas em cartão de crédito ou cheque.


Fale conosco!

Utilize o formulário abaixo e tire suas dúvidas de como participar deste seminário transformador na sua atuação profissional.

Deixe uma resposta