O lugar de cada um na empresa – Constelação Organizacional

Em uma reunião de trabalho, o lugar onde cada um senta influencia, de alguma forma, seu resultado. Pode parecer um detalhe banal, porém há uma linguagem silenciosa que nós todos, como humanos, escutamos e a ela reagimos.

Dentro de nossos vínculos nos grupos, existem 3 pontos que precisamos estar atentos: ao lugar de cada um no grupo, ao pertencimento de cada um do grupo, e do equilíbrio nas trocas realizadas neste grupo.

Isto porque cada grupo de pessoas é um sistema. Sistemas são formados por indivíduos que interagem e que se influenciam mutuamente, de forma consciente e também em níveis inconscientes.

Quem descobriu isso foi o psicoterapeuta alemão Bert Hellinger, em seus estudos e trabalhos há mais de 40 anos, na Alemanha. Hoje, seu trabalho é conhecido como Constelação Sistêmica e a vertente que olha para as relações empresariais é conhecida como Constelação Organizacional.

Nas famílias, o que une as pessoas são os laços de sangue e o compartilhamento de uma história de antepassados em comum, que carregaram aquelas informações por muitas gerações. Dessa forma, cada família é um sistema. E é a partir deste primeiro sistema a que fazemos parte, que nós como indivíduos, somos mais influenciados.

Da mesma forma, as organizações são sistemas compostos por indivíduos que se agrupam por um objetivo em comum. E como um coletivo, formam um sistema que reage àqueles três parâmetros que falamos anteriormente: o lugar de cada um, o pertencimento e o equilíbrio.

Hierarquia é o lugar de cada um

Então, numa empresa, cada colaborador tem o seu lugar em relação ao todo. Muitos podem ser os parâmetros que definem este lugar: tempo de contratação, cargo, importância do conhecimento para o objetivo da empresa, entre outros. Este lugar é o que Hellinger chama de “Ordem”.

Neste lugar específico, situado em um ponto do sistema como um todo, o colaborador está seguro e então é possível cultivar uma postura interna que o auxilia a alcançar seus objetivos e também contribuir para o crescimento da organização.

Embora esse conhecimento possa parecer irreal ou superficial, Hellinger nos mostra que quando o lugar de uma pessoa dentro de um grupo é respeitado, essa informação atua no inconsciente do indivíduo e também no inconsciente coletivo do grupo, gerando uma harmonia que permite uma fluidez maior nos relacionamentos.

O oposto também acontece: quando o lugar de um colaborador não é respeitado, é comum que surjam problemas de relacionamentos, dificuldades nos alcances dos resultados e outros problemas comuns nas empresas.

A equipe no olhar da Constelação Organizacional

E é sobre isto que afirmamos no título deste artigo. Cada vez que as imagens externas (como o posicionamento físico numa reunião) está em acordo com a imagem interna do sistema (quem veio antes e quem veio depois entre os colaboradores), uma harmonia profunda no sistema pode se manifestar.

Hellinger escreveu um pouco sobre isto em seu livro “Histórias de Sucesso”:

“É importante que, numa reunião de grupo, todos estejam sentados exatamente de acordo com a hierarquia, isto é, cada um exatamente no lugar que lhe corresponde pelo tempo de pertencimento a essa equipe. A administração está à direita do chefe, se é que deve participar em uma reunião de equipe. Ela tem, depois do chefe, a maior categoria hierárquica. Ela garante que a empresa funcione. À esquerda do chefe está seu assistente ou representante. Então vêm os outros na hierarquia de pertencimento a essa equipe, da esquerda à direita no sentido horário.” Bert Hellinger

Novamente, em um primeiro momento pode parecer um conhecimento superficial, mas a realidade é bem oposta a isso. Toda vez que a consciência do grupo é respeitada, através da ordem, do pertencimento e do equilíbrio, algo permite que o todo funcione com mais fluidez.

 

Constelação Organizacional – A ferramenta de Hellinger

Isso se vê claramente nas dinâmicas da Constelação Organizacional. Quando montamos o posicionamento de temas empresariais nos atendimentos e nas consultorias de empresas, é possível perceber rapidamente através dessa ferramenta os efeitos que isso traz para a organização.

A primeira percepção é que quando esses parâmetros são respeitados, o sistema como um todo tende a distensionar. E isso permite um maior foco nas questões produtivas do que o olhar direcionado a outras coisas que não trazem resultados.

Neste mesmo livro ele sugere uma forma de realizar reuniões, respeitando a ordem e o lugar de cada um.

“Darei o exemplo de uma reunião de equipe, de como se pode continuar com sucesso. Ou seja, primeiro estão sentados todos de acordo com a hierarquia de seu pertencimento. Então há um método de muito sucesso que conheço pela dinâmica de grupo. Há uma rodada. Isto é, cada um diz algo, exatamente na sequência da ordem como estão sentados, da esquerda à direita, sem que ninguém mais opine sobre isso. Como seriam fáceis as reuniões se cada um pudesse dizer o que quer dizer sem que ninguém diga nada, nem a favor, nem contra. (…) Com este método simples, esse grupo virou uma equipe. É eficaz em fábricas e empresas e em muitos outros contextos.” Bert Hellinger

O lugar influencia o resultado

Todos os colaboradores da empresa serão influenciados pelo tensionamento ou distensionamento do campo. Isso porque, como fala a teoria sistêmica, quando fazemos parte de um sistema, estamos expostos ao que acontece ao todo, e não somente o que incide diretamente sobre nós como indivíduos.

Este é um dos muitos conhecimentos que este estudo traz, e é importante para que a gestão de pessoas em uma empresa seja eficaz e produtiva.

Hellinger, em diversos de seus materiais, fala como em um sistema, o que resulta dos relacionamentos entre as partes é muito maior do que a simples contribuição de cada um. Um sistema sempre será uma resultante muito maior e muito mais poderosa do que a soma do papel unitário de cada um.

É por isso que reconhecer as leis dos sistemas e seu funcionamento poderá ser o grande diferencial para sua empresa no alcance dos seus objetivos.


Conheça o curso Liderança Sistêmica e descubra um olhar poderoso para a sua empresa.


Este conteúdo (textos, imagens e artes gráficas – exceto trechos de livros, citações de outros autores, e imagens de banco de imagens, quando houver) é exclusivo e produzido pelo Ipê Roxo – Instituto de Desenvolvimento Humano. Sua reprodução é permitida se acompanhada com o devido crédito:material de propriedade do Instituto Ipê Roxo – disponível em www.institutoiperoxo.com.br|Curadoria de conteúdo realizada por Ana Cht Garlet, professora do Instituto.”


Gostaria de saber mais alguma informação sobre “Liderança Sistêmica”?

Fale conosco pelo formulário abaixo.

Deixe uma resposta