A importância de nascer – Constelação Familiar de Bert Hellinger

Estamos em uma época do ano em que pensamos no nascimento. Muitos de nós olham para o novo ano que se aproxima como uma nova possibilidade que se mostra no horizonte.

Para aqueles que são cristãos, o nascimento de Cristo é um sinal da renovação pretendida para aquilo que faz sentido em suas vidas.

Para muitos este é um momento de reencontro, de visualizar o que passou, integrar, e deixar que um novo espaço surja para acolher o que está por vir.

De alguma forma, todos passamos, nesta época, por um novo nascimento.

Um momento de esperança, mas também de apreensão pelo desconhecido que se descortina em nossa frente. Um lugar novo, de certa forma, que continuará o desenrolar da nossa vida e do nosso destino.

A força para conquistar o novo

Hellinger traz em seus textos que o nosso nascimento através de nossa mãe, é o primeiro sucesso que experimentamos na vida. E suas palavras trazem uma boa reflexão e aprendizado sobre esse momento.

 

“O primeiro e decisivo êxito de nossa vida foi nosso nascimento. Quando tivemos que vir ao mundo através de nossas próprias forças, sem intervenções externas, foi a melhor maneira e a que teve as mais vastas consequências. Pela primeira vez, tivemos que demonstrar nossa capacidade de nos impor.” Bert Hellinger

 

O que o psicoterapeuta observa é que nascer não é passivo. Quando estamos no útero de nossa mãe e chega a hora do nosso nascimento – se permitirmos a natureza manifestar-se através do parto normal, somos os grandes responsáveis pelo impulso que nos dirige para a vida autônoma e fora do útero da nossa mãe.

Através da força que fazemos, conquistamos um novo lugar, um mundo novo e muito maior, e enfim, podemos olhar a face daquela que nos carregou por tanto tempo. Conseguimos experimentar este primeiro grande sucesso. Nós e nossas mães, alcançamos isto juntos.

 

O que move o bebê para o impulso de sair de onde ele está? 

O que move você para fazer nascer o novo que deseja chegar na sua vida? O que é capaz de dar o impulso que você precisa para sair de onde está?

Nossa vida é uma sucessão de nascimentos e mortes. Coisas que chegam e coisas que vão. Para que possam nascer, podemos olhar para as palavras de Hellinger e então olhar nossa própria responsabilidade para aquilo que queremos e desejamos criar.

Para fazer nascer algo precisamos nos conectar com nosso primeiro sucesso, quando nosso instinto e nosso esforço nos levou a conquistar o nosso bem maior: vivenciar a vida passada por nossos pais.

Nascemos todos os dias

E dessa forma, dias morrem e então, nascem novamente. E com eles, nós nascemos junto. A cada manhã, nos colocamos em contato com a força do nascer e seguir o movimento, ampliando nossas possibilidades, nossos conhecimentos, nosso serviço.

Nascer é tomar a vida todos os dias. E este tomar é ativo.

Mesmo quando estamos bem em contato com nosso destino, há algo na vida que pede nossa responsabilidade pessoal e nossa ação para que possamos seguir adiante.

É necessário a nossa ação para que o impulso da vida se complete. Nós não somos apenas movidos pela vida. Nós fazemos parte do movimento que acontece através dela. E somos fundamentais para este fluxo siga adiante.

E tudo isto começou com o nosso nascimento. Nós, como pequenas pessoas que usaram sua força e seu instinto para conquistar algo extraordinário: e é com esta força que precisamos nos conectar e crescer neste novo ano que se apresenta.

 

Nossos desejos

Que neste natal e no ano que em breve se inicia, você possa estar em contato íntimo com o seu primeiro sucesso, independente de como ele foi.

Conquistar a vida é uma grande vitória.

Vivê-la com alegria é uma grande sabedoria que homenageia a todos que vieram antes de nós. E é isto, que nós do Instituto Ipê Roxo desejamos a você:  uma vida cheia de vida.

Um Natal e Novo Ano cheio de força e significado para todos os nossos leitores, amigos, alunos e colaboradores! É uma honra fazer parte da vida de vocês!


Este conteúdo (textos, imagens e artes gráficas – exceto trechos de livros, citações de outros autores, e imagens de banco de imagens, quando houver) é exclusivo e produzido pelo Ipê Roxo – Instituto de Desenvolvimento Humano. Sua reprodução é permitida se acompanhada com o devido crédito: material de propriedade do Instituto Ipê Roxo – disponível em www.institutoiperoxo.com.br | Curadoria de conteúdo realizada por Ana Cht Garlet, professora do Instituto.


Gostaria de falar conosco? Utilize este formulário abaixo para nos passar seus dados e suas dúvidas que entraremos em contato com você!

Deixe uma resposta