O CONTO DÁ CONTA: a Formação em Contoterapia, exclusiva do Instituto Ipê Roxo

Contar é um apelo que mantém viva a cultura de um sistema familiar, de um povo, de uma nação. Contamos histórias não só para nós, mas para passar algo para as próximas gerações.

O que está contido em cada palavra que sai do lápis ou da boca de um contador de histórias?

Os significados que surgem são muitos e não se limitam ao sentido literal do que foi escrito. E assim, de mansinho, uma história encontra novo lugar para se aninhar e florescer dentro de cada um.

É este o caminho que transforma palavras em cura. É disso que se trata a Contoterapia.

A Contoterapia

Os contos oferecem arquétipos que atuam de forma profunda na mente das pessoas que se expõem a este trabalho. Através das histórias, escolhidas de acordo com o assunto a ser trabalhado, questões de difícil resolução vão sendo abordadas, oferecendo um novo olhar para a dificuldade de cada um.

Ao oferecer outros pontos de visão em um trabalho terapêutico, o conto fortalece no cliente a capacidade de tomada de decisão. Inclui um novo input no seu processo de pensamento que ajuda a encontrar novas respostas para questões que, muitas vezes, estão “em aberto” há muito tempo em sua vida.

Esta ferramenta de trabalho terapêutico, praticado por muitos anos pela psicóloga do Instituto Ipê Roxo Sonia Farias, tem se mostrado uma grande oportunidade para aqueles que buscam desenvolvimento pessoal e resolução de questões emocionais.

Para os profissionais da ajuda, a Contoterapia se apresenta como uma nova possibilidade de alcançar e auxiliar o cliente em seus movimentos de mudança pessoal a partir do seu centro.

“A narração dos contos fornece mapas iniciáticos de forma que permite que mesmo uma tarefa interrompida há anos, possa ser terminada.”

Sonia Farias, psicóloga do Instituto Ipê Roxo

A contoterapia se baseia no uso de contos para abordar diversas situações comportamentais, entre elas: manifestações de tristeza, perdas, tomadas de decisão, ansiedade, emoções, desafios, barreiras a serem superadas e tantas outras situações em que uma pessoa pode sentir-se paralisada e impedida de seguir em frente.

 

A força dos contos

As imagens geradas pelas histórias contidas no conto ressoam em nosso ser, nos fazendo olhar de uma nova forma para as situações da nossa vida. “O conto ajuda a fixar o conhecimento… não importa o tema”, afirma Sonia Farias.

O conto é útil para todas as pessoas. Revela caminhos que apontam soluções.

Com instruções precisas, o conto respeita a realidade e evoca uma transformação real. Sua missão é abrir a mente, ampliar o coração e dar espaço à uma nova possibilidade.

A contoterapia trabalha neste nível profundo. Traz imagens carregadas de emoções que nos servem de espelho. E assim, ao analisar o que refletem, vamos trabalhando nossa própria história e emoções.

Bert Hellinger, que trouxe as Constelações Familiares, fala também de outro ponto positivo do trabalho dos contos: ao utilizar este recurso, o terapeuta consegue se comunicar com o cliente sem confrontá-lo. O cliente, do seu lugar, fica mais disponível e livre para captar para si o que poderá auxiliar no seu caminho de desenvolvimento.


“Conheça mais deste trabalho que tem alcançado resultados incríveis no processo de desenvolvimento pessoal de muitos clientes.”


 

O que a Formação em Contoterapia oferece?

  • Acesso ao conteúdo teórico e prático referente à forma de trabalhar com Contoterapia;
  • Permitirá ao aluno vivenciar as técnicas e os efeitos deste trabalho terapêutico em si próprio;
  • Abordagem de contos de forma didática e direcionamentos de quais histórias trabalhar em determinadas situações;
  • Referências de diversos contos para posterior trabalho terapêutico e pedagógico;
  • Ambiente imersivo em cada módulo e o estímulo de troca de experiência entre os alunos;
  • Professores com experiência na prática pessoal e em grupo com a Contoterapia.

 

Por que fazer a formação em Contoterapia?

  • A Contoterapia ensina a trabalhar com contos dentro do ambiente terapêutico e pedagógico. Ter o conhecimento desta ferramenta é um grande diferencial na “caixa de ferramentas” de qualquer profissional do campo da ajuda, educação e gestão de pessoas;

  • Os contos possuem em si a capacidade de ensinar sem julgar. Todo o processo de identificação ocorre no interno de quem se expõe a este trabalho.

  • O conto nutre e instrui sobre como identificar e lidar com as adversidades e com tudo aquilo que se opõe ao crescimento interno. A imagem trazida pelo conto permite ao cliente um contraponto de sua própria postura.

 

Para quem é esta Formação?

Este curso especial e exclusivo do Ipê Roxo – Instituto de Desenvolvimento Humano foi desenvolvido para passar adiante a arte e o conhecimento do trabalho terapêutico feito através Contos.  É um curso aberto para profissionais de todas as àreas, porém é especialmente indicado para:

  • Pessoas que desejam se aprofundar numa nova ferramenta para utilizar no relacionamento interpessoal;
  • Pessoas interessadas em conhecer mais da Contoterapia;
  • Profissionais da área da Saúde;
  • Profissionais de ajuda;
  • Pessoas que atuam como Terapeutas;
  • Psicólogos;
  • Professores;
  • Assistentes Sociais;
  • Profissionais ligados aos Recursos Humanos e Gestão de Pessoas;
  • Profissionais do Sistema Educacional;
  • Pessoas que buscam o autoconhecimento;
  • Pais e mães.

Sobre a Formação em Contoterapia

A Formação em Contoterapia do Instituto Ipê Roxo é composta por três módulos de três dias cada, sempre às sextas e sábados, das 9h às 18h, e domingos, das 9h às 17h. A próxima turma iniciará em maio/2019 e já está sendo formada.

Programa Módulo 1 – 03, 04 e 05 de maio de 2019

  1. Conto – 1° parte: Palavra que vem de longe: O conto fala! |Palavra que responde: O conto responde! |Palavra tecida: O conto é como um belo tapete tecido.
  2.  A palavra do contador – Uma palavra que cria: Indicações práticas |Técnicas sobre a arte de contar.
  3. Para quê Contos? Para olhar além: O conto organiza | O conto e o contador na contemporaneidade.
  4. Clarissa Pinkola Estés – Contos de iniciação: Contos & Clarissa & Constelações (I) | Sinopses e Prática dos primeiros 4 contos: La Loba – Os 4 rabinos – Barba Azul – Vasalisa.

Programa Módulo 2 – 05, 06 e 07 de julho de 2019

  1. Conto – 2° parte: Uma Palavra que cria  | “Só se pensa por imagens” – Albert Camus
  2. Pertencimento: A pertinência equilibra o psiquismo.
  3. Agregar – Qual é o meu lugar? Pertencimento e Diferenciação.
  4. Caráter informativo e formativo: Não explique, conte!
  5. Contos de fadas: Fada é uma professora | Linguagem simbólica – Fala com um outro alfabeto | Conteúdos imutáveis e atemporais.
  6. Storytelling: Conceito | Vertentes.
  7. Clarissa Pinkola Estés – Contos de iniciação: Contos & Clarissa & Constelações (II) | Prática e Sinopses dos contos: Vasalisa – Manawee – Mulher Esqueleto – Patinho Feio – Os Sapatinhos Vermelhos

Programa Módulo 3 – 13, 14, 15 de setembro de 2019

  1. Conto – 3° parte: Uma palavra que decifra enigmas.
  2. Mitos Familiares.
  3. A hora da contação.
  4. A criança, o adulto e o Conto.
  5. João de Ferro – Robert Bly: Arquétipo masculino.
  6. Clarissa Pinkola Estés: Contos & Clarissa & Constelações (III) | Prática e Sinopses dos contos:  Urso da ½ Lua – Pele de foca, pele da alma – Donzela sem mãos.
  7. A Deusa Interior & Constelações: Os seis arquétipos femininos míticos que moldam a mulher: Atena – Hera – Ártemis – Perséfone – Afrodite – Deméter.

 

Professores

sonia1Sonia Suzana Caldas de Farias

Co-fundadora do Instituto Ipê Roxo.

Psicóloga, Escritora, Consteladora Sistêmica, Contadora de Histórias e Economista

Professora  dos cursos de Constelações Familiares e Sistêmicas segundo Bert Hellinger no Instituto Ipê Roxo e da Formação em Contoterapia. 

Uma gaúcha de nascimento que acolheu SC e os catarinenses, como sua terra do coração. Sônia ou “Soninha” como é carinhosamente chamada pelos familiares, clientes e amigos, criou uma família ainda maior aqui em SC, através de seu trabalho psicoterapêutico com famílias e também com seus grupos de contos terapêuticos.

Graduada em Economia pela UFSC e em Psicologia pela Unisul/SC, com Pós-graduação em Terapia de Casal e Família pelo Instituto Phileo/PR, Formação em Constelações Sistêmicas pelo Instituto Spelter/SP e por Hellinger Sciencia em Barcelona/Espanha.

Sônia é referência e a idealizadora deste trabalho inédito no Brasil: Contos Terapêuticos para todas as mulheres que se sentem cansadas, pressionadas, deprimidas,  assoberbadas com suas vidas, com o acúmulo de funções na família e na vida profissional. Este trabalho tem como base a tese de doutorado da analista Clarissa Pinkola Estés ” MULHERES QUE CORREM COM OS LOBOS”.

Através da Formação, Sônia tem o desejo que este trabalho esteja à disposição de profissionais de todo o Brasil, e que estes possam se tornar multiplicadores desta forma inovadora de trabalho com grupos e contos que foi criado e sonhado por ela.


Paulo Pimont 

Co-fundador do Instituto Ipê Roxo.

Psicólogo formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, com cursos em Terapia Familiar, Psicodrama, Constelações Sistêmicas entre outros.

Professor  dos cursos de Direito Sistêmico e Constelações Familiares e Sistêmicas segundo Bert Hellinger no Instituto Ipê Roxo e da Formação em Contoterapia. 

Atua como Psicoterapeuta Clínico e a cada dia tem ampliado seu trabalho para além de atendimentos individuais, casais e famílias, facilitando também Workshops, palestras e cursos.

Paulo Pimont realizou seu treinamento nas Constelações Familiares com Peter e Tsuyuko Spelter e com o próprio Bert Hellinger criador da abordagem.

No Ipê Roxo Paulo também desenvolve, cursos, palestras e dirige grupos terapêuticos para homens, desenvolvendo o trabalho “Homem Inteiro” – com base no estudo do livro de Robert Bly “João de Ferro” e nas Constelações Sistêmicas.


GeiziGeiziane Barcelos Braglia

Psicóloga, Professora Assistente dos Cursos de Formação em Constelações Familiares e Sistêmicas segundo Bert Hellinger e Formação em Contoterapia | Coordenadora de Grupos de Estudos de Educação Sistêmica.

Psicóloga com experiência na área clínica e educacional, graduada pela Univali. Mestre em Ciências Médicas pela UFSC, Pós-Graduada em Família pela Unifor e Especialista em Psicologia Clínica na Abordagem Gestáltica pelo CEG/SC.

Formada em Constelações Sistêmicas Familiares e Empresariais segundo Bert Hellinger pelo Instituto de Filosofia Prática de Peter e Tsuyuko Spelter (Brasil – Alemanha).

Psicóloga escolar por 15 anos; lecionou na Academia de Polícia Militar de SC, no Curso de Formação de Oficiais da PM. Como psicóloga, participou da equipe interdisciplinar do Núcleo Desenvolver do Hospital Universitário – UFSC, que avalia crianças com dificuldades de aprendizagem.

Atua como psicoterapeuta no Ipê Roxo Instituto de Desenvolvimento Humano e como Contoterapeuta do Lobas, grupo terapêutico para mulheres.

Outras informações sobre a Formação

Quer fazer parte da nova turma?

As MATRÍCULAS já estão abertas 

Turma 3 em Florianópolis/SC

MÓDULO 1: Dias 03, 04 e 05 de maio de 2019
MÓDULO 2: Dias 05, 06 e 07 de julho de 2019
MÓDULO 3: Dia 13, 14, 15 de setembro de 2019

Taxa de matrícula* de R$ 210,00


CONDIÇÃO ESPECIAL para pagamento até 10/03/2019

Matrícula de R$ 210,00 + 10 X R$ 426,00


  • A PARTIR de 11/03/2019 – Matrícula de R$ 210,00 e valor do curso Parcelado em 6 x 710,00
  • ESTENDIDO – Matrícula de R$ 210,00 e valor do curso Parcelado em 12 x 390,00
  • Matrícula de R$ 210,00 e valor do curso com 5% de desconto e parcelado em 3 x
  • Matrícula de R$ 210,00 e valor do curso à vista com 10% de desconto

“O Conto dá Conta” é uma formação em Contoterapia do Instituto Ipê Roxo e é estruturada em 3 módulos de 3 dias cada.


Clique no banner abaixo e garanta a sua vaga!

Constelação Familiar de Bert Hellinger no Instituto Ipe Roxo de Florianópolis (7)


O Ipê Roxo – Instituto de Desenvolvimento Humano é pioneiro em Florianópolis no trabalho com as Constelações Sistêmicas. Foi fundado pelos consteladores Sonia Farias, Maria Inês Araujo Garcia Silva, Paulo Pimont e Ana Garlet. Constelação Sistêmica é uma nova abordagem da Psicoterapia Sistêmica Fenomenológica criada e desenvolvida pelo alemão Bert Hellinger após anos de pesquisas com famílias, empresas e organizações em várias partes do mundo. O resultado desses estudos se transformou em um trabalho simples, direto e profundo que se baseia em um conjunto de leis naturais que regem o equilíbrio dos sistemas que o próprio Bert gosta de chamar de “Ordens do Amor”.


Este conteúdo (textos, imagens e artes gráficas – exceto trechos de livros, citações de outros autores, e imagens de banco de imagens, quando houver) é exclusivo e produzido pelo Ipê Roxo – Instituto de Desenvolvimento Humano. Sua reprodução é permitida se acompanhada com o devido crédito: material de propriedade do Instituto Ipê Roxo – disponível em www.institutoiperoxo.com.br|Curadoria de conteúdo realizada por Ana Cht Garlet, professora do Instituto.”


Tire suas dúvidas sobre a Formação em Contoterapia com nossa equipe, utilizando o formulário abaixo:

Deixe uma resposta