Quando a Constelação Familiar é indicada?

A Constelação familiar é uma filosofia trazida pelo psicoterapeuta alemão Bert Hellinger e que desde seu começo encontrou grande aplicação terapêutica.

Uma das grandes singularidades da constelação familiar é que ela se caracteriza como uma forma de terapia breve. O atendimento de uma questão é feito em somente um encontro.

Mas isso não significa que este trabalho é superficial. Muito pelo contrário.

A Constelação Familiar permite aprofundar-se nas origens de uma questão difícil como poucas terapias disponíveis.

Ao mesmo tempo em que não se utiliza de uma construção racional na verificação dos emaranhados sistêmicos que se manifestam em uma situação, o cliente é capaz, durante o atendimento, de reconhecer e vivenciar o que está por trás da dificuldade que ele vivencia em sua vida.

O que é a Constelação Familiar?

É uma terapia breve que fala sobre como os nossos vínculos familiares e os acontecimentos da nossa história familiar afetam nossa vida, mesmo quando não temos conhecimento dos mesmos.

Ela foi observada em grande parte por Bert Hellinger, um psicoterapeuta alemão que a mais ou menos 40 anos, passou a estudar as dinâmicas familiares, seus vínculos e suas consequências para os integrantes de um sistema.

De seus estudos e trabalhos, descobriu que todos os relacionamentos humanos respeitam a 3 regras, e quando elas são desrespeitadas (conscientemente ou não), aquele sistema familiar e seus integrantes experienciam algum tipo de dificuldade em alguma área da sua vida.

 

E quando ela é indicada?

Através da Constelação Familiar é possível olhar se algo que atua em sua vida tem fundo sistêmico, ou seja, se está relacionado a algo que vem do seu sistema familiar.

A aplicação da Constelação é bem abrangente, e permite auxiliar em questões de dificuldades pessoais, relacionamentos, saúde, profissão, entre outros.

Existe formas bem práticas de saber se algo pelo qual você está passando pode ter alguma ajuda através da Constelação Familiar.

  • Já vivenciei esta dor/dificuldade em outros momentos da minha vida?
  • Percebo que há um certo padrão na área da minha vida que a dificuldade se manifesta?
  • Eu tenho consciência do que ocorre comigo, mas todas minhas tentativas de resolver não deram resultados?

Se você respondeu “Sim” para uma dessas perguntas, com certeza, a Constelação Familiar de Hellinger poderá ajudar você.

Como atua uma Constelação?

Quando o cliente traz um tema para ser constelado, e principalmente se ele está bastante conectado com a sua questão, a Constelação tem se mostrado uma possibilidade de profunda mudança, para melhor, do caminhar na vida.

O primeiro grande efeito de uma Constelação é a vivência dos vínculos e de sua força através da dinâmica feita no atendimento. Isso auxilia a trazer para o consciente o que atua sem que a gente perceba em nosso inconsciente.

Isso permite mudar, pois percebemos algo que nos movimentava e que estava oculto da nossa percepção.

Esta vivência, muito profunda e verdadeira, também funciona como uma troca de chave no nosso padrão, se assim desejarmos. Saímos mais disponíveis para a nossa própria responsabilidade em nossa vida. E isto nos ajuda a tomar as atitudes necessárias em relação à nossa dificuldade.

Outra forma, um pouco mais sútil, são os movimentos que geram dentro deste “inconsciente” familiar. É como se este sistema familiar também recebesse de alguma forma, os efeitos trazidos pela Constelação.

 

Quais são as 3 regras dos relacionamento?

Como falamos acima, Hellinger descobriu que há três parâmetros que devem ser respeitados entre todos os relacionamentos humanos, seja familiar, amoroso, profissional, para que não se experimente dificuldades nestes relacionamentos.

São eles: a ordem, o pertencimento e o equilíbrio. Para compreensão, neste texto vamos explicar pelo prisma familiar.

 

Uma breve explicação

A ordem é o respeito aqueles que chegaram antes de nós, pelo seu tempo de chegada na família. Assim, o mais velho possui prioridade e seu lugar garantido, não podendo ser diminuído ou alterado pelos mais novos.

Embora seja uma ideia um tanto comum, “o respeito aos mais velhos”, Hellinger percebe como essa lei é constantemente quebrada, principalmente pelos filhos.

Isso ocorre quando um familiar mais novo de alguma forma se coloca como maior em relação a um familiar mais velho. Por exemplo, quando filhos, indignados com certas atitudes de seus pais, os julgam e “dão conselhos” de como eles deveriam proceder em suas questões pessoais.

O pertencimento fala do direito de qualquer pessoa gerada ou nascida em uma família a pertencer a ela. Isso é irrevogável. Ainda assim, muitas vezes, familiares que não se encaixam no que se espera daquele sistema, são excluídos ou escondidos do dia-a-dia da família. Isso também é verdadeiro em exclusões no nível anímico. Algumas vezes crianças que não nascem com vida ou com morte nos primeiros dias também são “esquecidas”, gerando também efeitos de exclusão, pois, mesmo quem não nasceu – como no caso dos abortos – deve ter a garantia de seu pertencimento no grupo e na alma familiar.

O equilíbrio fala da oportunidade de todos dentro de um sistema de realizar trocas com a possibilidade de se igualarem no que dão e no que tomam.

Uma quebra dessa regra seria por exemplo, parceiros em que um lado somente dá (ou toma) e não permite o movimento de retorno (ou compensação) do outro lado. Isso gera um desnível que muitas vezes traz dificuldades para o sistema.

 

Onde encontrar um terapeuta de Constelação Familiar

Em Florianópolis, o Instituto Ipê Roxo é um dos pioneiros na aplicação desta terapia, com mais de 10 anos de experiência.

Contamos com uma agenda de atendimento de Constelação Familiar com 3 datas por mês para Workshops em grupo e também com horários diários para Constelação Familiar no atendimento individual.

Se desejar falar conosco, estamos disponíveis pelo telefone/whatsapp 48 99177.0079.

Além dos atendimentos, contamos também com cursos de formação e vivenciais com base neste conhecimento trazido por Bert Hellinger. Saiba mais clicando aqui.


Ipê Roxo – Instituto de Desenvolvimento Humano é pioneiro em Florianópolis no trabalho com a Constelação Familiar e Sistêmica. Foi fundado pelos consteladores Sonia Farias, Maria Inês Araujo Garcia Silva, Paulo Pimont e Ana Garlet.

Constelação  Familiar Sistêmica é uma nova abordagem da Psicoterapia Sistêmica Fenomenológica criada e desenvolvida pelo alemão Bert Hellinger. Esse conhecimento surgiu após anos de pesquisas com famílias, empresas e organizações em várias partes do mundo.

O resultado desses estudos se transformou em um trabalho simples, direto e profundo. Se baseia em um conjunto de leis naturais que regem o equilíbrio dos sistemas que o próprio Bert gosta de chamar de “Ordens do Amor”.


Gostaria de receber uma ligação nossa? Deixe seus contatos no formulário abaixo e sobre qual serviço você gostaria de mais informação que entraremos em contato!

Deixe uma resposta