[EM FLORIANÓPOLIS] – 3º Seminário “O olhar da Constelação Sistêmica para a Saúde e a Doença”

Instituto Ipê Roxo realiza 3º Seminário de Saúde Sistêmica, nos dias 17 e 18 de agosto com o tema:

O olhar da Constelação Sistêmica

para a Saúde e a Doença”

Este seminário trará a todos os profissionais de saúde, bem como às pessoas que são acometidas de algum sintoma ou enfermidade, uma abordagem inovadora sobre as doenças e seus vínculos, sobre o que faz adoecer e o que cura.

O que adoece? O que pode curar?

Bert Hellinger, filósofo, pedagogo e terapeuta alemão, através da abordagem das Constelações Sistêmicas Familiares, observou que os vínculos humanos respondem a 3 leis que regem os relacionamentos e que buscam sempre o equilíbrio dos sistemas. Ele nos mostra que, quando transgredimos estas leis, adoecemos e fracassamos.

Com esta percepção, neste seminário demonstraremos como as doenças estão ligadas à transgressão destas 3 leis essenciais que regem a vida.

 

A doença está “à serviço” da saúde

Toda doença busca, através de sua manifestação e sintomas que o sistema familiar “olhe” para o que foi excluído e para aquilo que precisa voltar a “pertencer” a este sistema, o que gera equilíbrio e portanto restabelece a saúde e o êxito.

Ao olhar cientificista dos especialistas, pode parecer que é uma abordagem mágica, delirante. Na realidade é uma força e um princípio que atuam desde os primórdios de nossa existência. Onde há sistema estas leis agem e caso transgredidas geram disfunção, seja no corpo, na mente ou no espírito.

São centenas as experiências que já tivemos neste trabalho, que nos surpreenderam e nos mostraram que a doença aponta para o que está além do aparente e de nossos conhecimentos técnicos. O sintoma denuncia a linguagem própria e subjetiva do sistema familiar do paciente.

Quando dirigimos nossa atenção para onde a doença olha identificamos a lealdade dos vínculos familiares através das gerações.

Como transformar este amor sacrificial em amor que cura? Em amor ciente, amor maduro que inclui, aceita e libera e desta forma gera saúde?

Isto você descobrirá neste seminário!

frase

Relatos surpreendentes de pessoas que realizaram constelações de saúde

saude sistemica


História de N.M. – Cliente Ipê 

Diagnóstico de Charcot Marrie Tooth.
“Me tornei atleta paralímpica de Remo, um presente ao descobrir ser deficiente.  Depois de um tempo, várias lesões por desequilíbrio motor e uma necrose levaram os médicos à decisão de uma cirurgia de grande porte no intuito de reformular meu pé esquerdo e depois de um ano o direito, tirando definitivamente as minhas chances de voltar a remar. O tempo da recuperação previsto era de 4 anos.

Quando fui fazer o seminário sobre saúde não imagina constelar, parecia não ter correlação com o que estava acontecendo. No decorrer das horas olhei p mim. Algo estava acontecendo. Quando a ‘nossa’ querida Maria Inês perguntou se eu gostaria de constelar, eu estava pronta. E então eu pude ver para além da doença através da constelação.

Eu tinha pedido aos médicos um tempo para decidir sobre a cirurgia já que passaria os próximos 4 anos em recuperação. Depois da constelação os sintomas desapareceram, nunca mais cai e a necrose se foi.  As cirurgias não foram necessárias.”


História de R.C.W. – Cliente Ipê 

Sindrome do Pânico.

Até o primeiro ataque de pânico vivia sob a tensão de pensamentos negativos e muitas vezes catastróficos, medos infundados, indescritível sensação de estranheza, tristeza e desânimo.

Foi quando decidi fazer uma Constelação. Tema escolhido: medo. Vivia a sensação de insegurança e desamparo, sentia falta de algo que não sabia nomear. O campo mostrou meus vínculos familiares. Meu pai voltado para mim. Minha mãe com olhar distante, fora da cena. Quando foi colocado um bebê, ela mostrou a total conexão. Minha mãe havia perdido uma filha antes de mim, de forma trágica.

O campo mostrou o vínculo interrompido entre minha mãe e eu. Perplexidade. A sensação de alívio diante da reconciliação onde pude incluir TODOS da minha família da maneira que se apresentavam e me sentir pertencida, foi algo indescritível. Eu conhecia a história da perda trágica de minha irmã, porém jamais percebia o impacto sobre a minha vida.

Foi através da Constelação que o meu olhar sobre a minha mãe mudou. Antes, reivindicações, queixas, julgamentos, agora, aceitação e reverência. Ao longo de quase 3 anos de processo psicoterápico com a Maria Inês, pude rever situações, emoções e afetos gerados por anos vividos neste emaranhado. As Leis do Amor, de Bert Hellinger foram o referencial de maior auxílio nessa caminhada ao autoconhecimento.

Através das Constelações, hoje me sinto completa, plena, tranquila, em paz, presente.

 


Você com alguma doença e busca saúde?

Aqui também talvez encontre respostas. Talvez seja possível olhar para seu tema e ver para onde essa dor olha, o que ela busca incluir ou onde você poder ter ficado emaranhado.

O olhar da Constelação Familiar de forma alguma exclui os avanços e o cuidado gerado pela medicina tradicional, que é o que tem contribuído fortemente para o crescimento da nossa expectativa de vida e da manutenção de nossa Saúde.

 

Você é profissional da saúde?

Então você é nosso convidado especial! Venha experimentar esta realidade que nos desafia como profissionais da saúde comprometidos com esta missão e assim ampliar, fortalecer e otimizar nossa prática profissional.

Neste seminário você que é profissional da saúde irá descobrir a importância de estarmos em nosso lugar para oferecer ajuda com saúde.


>>>PROGRAMA DO SEMINÁRIO<<<

O SEMINÁRIO é composto por cinco tópicos:

1- A saúde e a doença sob o olhar das constelações familiares

– As três leis da vida segundo Bert Hellinger
– O quê adoece e o quê cura – A força dos vínculos

2- O corpo fala, você ouve?

– Sintomas – O que denunciam?
– Doença – Para onde, para quem a doença olha? À serviço de quem atua?
– Saúde – como estar em equilíbrio seguindo as leis da vida

3- O diagnóstico e suas consequências

– Terceirização da doença- de quem é a responsabilidade de minha saúde e de minha doença?
– O papel do médico e profissionais de ajuda no processo da doença e da saúde
– Cura – O que é? Para quem é, para si ou para o sistema familiar?

4- Constelações de temas sobre doenças

5- Supervisão de casos difíceis

Para quem este seminário é indicado?

  • Para médicos e profissionais da saúde;
  • Para psicólogos e terapeutas ligados à saúde;
  • Para pessoas com problemas de saúde que estejam dispostas a olhar para sua doença,
  • Para pessoas que buscam um olhar integrativo para suas dificuldades,
  • Para consteladores ou alunos de constelação que desejam se aprofundar no assunto;
  • Para familiares de pessoas com grandes dificuldades na sua saúde.

Porque fazer este Seminário?

Vemos a Constelação Familiar como uma ferramenta que olha para o que não está aparente, mas age no nosso dia-a-dia. Muitas vezes, histórias suprimidas de nosso sistema familiar voltam à tona através de dificuldades de saúde para que tenhamos novamente uma chance de incluí-las e cessar seu ciclo de repetição.

Juntamente com a medicina, a Constelação gera uma imagem precisa do problema, auxiliando no tratamento e na busca de uma solução para problemas de saúde.


Informações Gerais

Quando

17 e 18 de agosto

Horário

Sexta-feira e sábado – das 9 às 17:30

Onde

Instituto Ipê Roxo Florianópolis
Rua Ayrton Roberto de Oliveira – 64, Andar 7 – Bairro Itacorubi – Florianópolis Santa Catarina – Brasil. Edifício Comercial Isola Sarezzo, próximo ao CEPON e Hotel Mercury.
contato@insitutoiperoxo.com.br

Valores e Condições de pagamento

Taxa de inscrição no valor de R$ 175,00 que será abatida no valor total do seminário

  • R$ 1100,00 em até 4 parcelas com cheque ou cartão;
  • R$ 960,00 à vista

saude sistemica


Quer falar com nossa equipe?

Deixe uma resposta